Saiba mais do que rolou na HackTudo!


Conhecido com um dos principais eventos de tecnologia do Brasil, sua edição agora veio para o Rio de janeiro na Cidade das artes, levou um grande público amante da tecnologia e tudo isso de forma gratuita incluindo eventos grandes como as batalhas de robôs ( onde teve a apresentação do robô Minotaur da Riobotz ) e as corridas de drones.


Na entrada existem diversas exposições ligadas a tecnologia e a parte ecológica, onde mostra o lixo descartado e toda a sua influência na parte ambiental, levando o público a conhecer as consequências que elas oferecem ao mundo. Existem diversos ambientes que fazem as pessoas sentirem o avanço dos centros urbanos e o que eles acarretaram ao nosso clima atual, fazendo os visitantes enxergarem e sentirem o problema de frente.

Exposição refletindo a destruição do meio ambiente

O evento contou com grande parte do público Geek, relacionado a jogos ou tecnologia de uma forma geral, com a expectativa de receber até 20 mil pessoas. A hacktudo irá continuar com novas atrações até 27 de outubro, das 9h às 20h, com atrações para crianças e adultos.


Além disso tem as oficinas com jogos eletrônicos desenvolvidos por brasileiros, conferências, laboratórios de ensino e criatividade, robótica como rovers e robôs mais simples, impressão 3D e várias outras atrações que estão por vir no próximo dia.


Jogos desenvolvido pela equipe RPG-Rio PUC Games

Os jogos foram bem apreciados pelo público e a equipe que completou dois anos e contabiliza mais de 20 jogos produzidos estava presente no evento. O Estudante de Design em Mídia Digital e diretor executivo da RPG-Rio Puc Games, Yann Lemos afirma que os games estão presos em um ciclo de entretenimento. Por isso, fazer produtos que ajudem na reabilitação cognitiva e que trabalhem com a educação é uma forma de olhar para os videos games e pensar que eles não são feitos apenas para divertir, mas também para promover a interação.

Jogo desenvolvido pela Multi Rio

A arena de robôs, contou com equipes grandes que já competem aqui no Brasil e até mesmo em outros países como por exemplo a Robo Core, Thunder Ratz e várias outras. Com duas arenas de robôs sendo uma voltada para robôs de pequeno porte (onde se encontrava a maior parte da competição) e uma arena maior onde os robôs destruíam objetos, o público não parava de assistir um segundo.


Arena de grande porte da hacktudo

A arena pequena era onde estava a parte mais competitiva do evento, contando com uma grande fila de competidores e também um público gigante, basicamente o objetivo é que os robôs se enfrentem com suas serras ou outros mecanismos de ataque e o mais danificado de acordo com os jurados perde a luta. Apesar de não ser tão popularizado no Brasil a luta de robôs, já ganhou grande força e está cada vez mais competitiva e fazendo aparições pela mídia, a maior parte dessas batalhas atualmente são promovidas por universidades federais até o momento.




A zona competitiva possui times de muitos lugares do Brasil, e vai muito além só da luta de robô, também existe a modalidade de hockey que também estava entre as mais aguardadas do evento.


Aqui você pode conferir um pouco mais sobre o que acontecerá no próximo dia do hacktudo: https://www.hacktudo.com.br/


Esperamos que você tenha gostado e até a próxima notícia!


-Bringtek News, trazendo tecnologia até você

  • LinkedIn ícone social
  • Facebook
  • Instagram ícone social
  • Twitter
  • YouTube
  • Pinterest-PWA-Icon-Kopie