Robô da USP em fase de testes promete ajudar contra coronavírus

O coronavírus que já fez no mundo mais de 260.000 mortes e chegou a parar diversos países totalmente, tudo isso apenas com o contato com uma pessoa infectada, que transmite o vírus por meio de tosse e espirros ou por algum objeto infectado com o vírus.



Pensando no problema dos médicos que estão na linha de frente contra o vírus, está em fase de teste um robô chamado de '' Delivery Robot '' inicialmente desenvolvido em 2019, ele tem como objetivo realizar o transporte de remédios, exames e documentos, evitando o contato humano e respeitando o novo protocolo que o coronavírus trouxe. '' Para que ele saiba aonde ir, o robô terá na memória mapas fotográficos”, explica Yoshikawa (Engenheiro do projeto), além de contar com uma inteligência artificial para não esbarrar em pessoas ou em objetos.



O robô se parece com um cooler e chega a pesar 20 Kg andando até 5 quilômetros, ele funciona junto a um aplicativo que caso alguém solicite o robô, ele andará até a pessoa com o que foi pedido e quando não requisitado, ele ficará parado em uma estação de recarga de bateria.Ele será colocado em uma rotina no hospital universitário, o professor José Roberto Cardoso da USP diz: “Além de diminuir o contato entre as pessoas, os funcionários, que antes eram designados para essas tarefas, poderão realizar atividades mais nobres”.


O projeto é desenvolvido pela Escola Politécnica, pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo e a USP e os envolvidos no projeto trabalham em home office para entregar três protótipos ainda esse mês e pretendem futuramente colocar o robô nas rotinas do campus.


  • LinkedIn ícone social
  • Facebook
  • Instagram ícone social
  • Twitter
  • YouTube
  • Pinterest-PWA-Icon-Kopie